Onda de frio extremo deixa mortos nos EUA

0
182
Chicago pode quebrar temperatura mínima recorde de -32°C nesta quinta-feira - Foto P. Gorski

No Meio-Oeste, termômetros marcam temperaturas mais baixas que na Antártida. Chicago pode ter frio recorde, sensação térmica chega a -48°C em Minnesota

Ao menos oito pessoas morreram em decorrência da onda de frio extremo que assola parte dos Estados Unidos. O fenômeno conhecido como vórtice polar fez com que os termômetros na região do Meio-Oeste americano marcassem temperaturas mais baixas que as registradas na Antártida.

O Serviço Meteorológico Nacional afirmou que as temperaturas continuarão muito abaixo do normal na região nesta quinta-feira (31/01). A sensação térmica deve ficar entre -32°C e -48°C.

“Ventos perigosamente frios podem causar lesões na pele exposta em apenas cinco minutos”, disse a entidade.

Nesta quinta-feira, as temperaturas em Chicago podem quebrar o recorde da cidade, de -32°C, atingido em janeiro de 1985. Já áreas isoladas da região podem enfrentar temperaturas de até -40°C.

As aulas foram canceladas nestas quarta e quinta-feira ao longo do Meio-Oeste, inclusive em Chicago. Muitas empresas também permaneceram fechadas, deixando as ruas da cidade praticamente desertas.

Mais de mil voos com destino ou partida dos aeroportos internacionais Chicago, o que equivale a quase dois terços dos voos previstos, foram cancelados na quarta, segundo o site FlightAware. Em todo o país, 2.622 voos foram cancelados.

Esse tipo de ocorrência tem se tornado mais comum nos últimos anos. Alguns cientistas suspeitam de uma ligação com as mudanças climáticas, embora não se saiba ao certo o motivo. No inverno de 2013-2014, um vórtice polar também levou à quebra de recordes de temperatura em várias partes do Canadá e do leste dos Estados Unidos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here